Thiago – Conclusão (1'12)



“E como conclusão, a gente viu que o Planejamento Público Local é vantajoso.
Na medida em que a participação da população se efetiva, ele pode e deve se traduzir em instrumento de desenvolvimento público local.
O governo eletrônico vem como alternativa para reduzir a burocracia atual do governo.
A e-Democracia surge como um novo conceito, que é o governo eletrônico interagindo com o cidadão, sendo uma alternativa e não um substituto.
Foram notificados cinco ferramentas de tecnologias que podem ser utilizadas para a promoção da democracia eletrônica local.
Foi proposta a customização das ferramentas, oito domínios de conhecimento, o monitoramento de 48 fontes de informação.
Esse portal traduz-se ele como Portal Nível 5, de acordo com Belanger*, porque ele se traduz entre o debate do cidadão com o gestor público.
E como sugestão de trabalhos futuros, além da implementação desse projeto, disponibilizar o acesso via celular, tv digital e outras mídias que podem servir como comunicação entre o cidadão e o gestor público.”

* “O uso de tais ferramentas, associadas aos serviços online já disponibilizados pelas prefeituras, resultaria em um portal classificado como nível cinco, de acordo com os estudos de Belanger e Hiller (2006), sendo, portanto, o maior nível de governo eletrônico.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.